15/03/2015
ENERGIA PURA! Os Wailing Souls estremecem o SESC Pompéia com seu arsenal de sucessos! Confira!
 


Demorou, mas chegou! Os Wailing Souls, lendário grupo vocal jamaicano, debutaram em terras brasileiras com shows históricos. A banda se apresentou nos palcos da rede SESC, começando por Ribeirão Preto, Piracicaba, e finalizando com dois shows no SESC Pompéia, em São Paulo.

No último dia 15 de março o Surforeggae foi conferir estes monstros do reggae de perto, e as impressões não poderiam ser melhores. Uma apresentação mágica tanto no campo da vibração da performance, quanto na parte técnica da execução, além de claro, toda a incrível estrutura que o SESC proporciona.

O SHOW


Começando criteriosamente no horário estipulado, às 19:15 chegava a hora de Lloyd "Bread" McDonald e Winston "Pipe" Matthews assumirem o controle da situação. No público, diversas personalidades foram conferir de perto a histórica noite, como os meninos do Cidade Verde, o baixista Douglas Earl e até o grande Horace Andy, que também está em turnê pelo Brasil.


(Horace Andy e o parceiro Luiz Reggae Soul)


Pipe e Bread exalam carisma, e com uma sequência implacável de hits abalaram as estruturas do SESC, que até apresentou um bom público, mas perto das lendas que alí estavam e pelos módicos 50 reais de entrada, mereciam bem mais.

"She Pleases Me", "No Big Thing", "Ishen Tree", "Casey Jones", "A Day will Come", enfim, era impossível ficar parado. O groove, marca registrada dos Wailing Souls, era extremamente bem executado por sua competente banda, principalmente pelo baixista Jonzie Mann e pelo insano baterista Scorp Omari.

Nos primeiros toques de "Firehouse Rock", o SESC estremeceu! Todos em uma só voz passeavam naquela marcante harmonia, que foi seguida pelas pesadas "Kingdom Rise, Kingdom Fall", "Diamonds & Pearls" e o estrondoso sucesso "Jah Jah Give us Life to Live", onde "Pipe" Matthews cumprimentava os fãs à beira do palco a todo momento.


("Pipe" Matthews e Lloyd "Bread")


Com a vibe lá em cima, "What a Feeling", "Sweet Sugar Plum Plum" e a fantástica "Act of Affection" antecederam aquela "saída estratégica" do palco. Claro que o bis foi pedido com força, além de diversos pedidos de música sendo gritados da platéia. O retorno foi matador!

As pedradas "Very Well", "Bredda Gravalicious" e a clássica "Shark Attack" contrastaram com a divertida "Picky Picky Head", que deu toques finais para a impecável apresentação. Pipe e Bread deixaram o palco, porém ainda tivemos o prazer de presenciar um instrumental absurdamente sensacional, onde Scorp Omari mostrou todo seu dinamismo na bateria, sendo muito ovacionado no desligar dos holofotes.

Que esta seja a primeira de muitas apresentações dos Wailing Souls no Brasil, que merece ser aplaudido de pé por muitos outros estados brasileiros amantes de sua rica e extensa obra.


Fonte: Rangel Surforeggae

Wailing Souls

Clique e saiba tudo sobre Wailing Souls aqui no Surforeggae. Discografia, notícias, música e muito mais.





'Wailing Souls'


Os Wailing Souls se emocionam com o Brasil, e uma nova turnê pode acontecer! Confira!


A lendária The Wailing Souls se prepara para fazer história no Brasil em março! Confira as datas e os locais!






 
Vibes Alive!
Israel Vibration
Ao Vivo em Salvador

Edson Gomes
(Reggae)


O que você espera da cena reggae atual?
Que bandas clássicas ressurjam
Que bandas novas apareçam mais.
A cena reggae está legal para mim.


Resultado parcial
Historico de Enquetes


   Morgan Heritage
   Chronixx
   DUB INC
   Jah Defender
   Alborosie


   Igor Salify
   Vibração Sol
   Andread Jó
   Be Livin
   Angatu



APOIO DESENVOLVIMENTO